Os tios do boteco ainda estão lá

Ela havia me enviado um e-mail que não recebi. Caiu na caixa de spam. Insistente, encaminhou para aquele que sou obrigada a conferir.

Nada daquilo me chocou, claro. Eu já tinha visto coisas muito piores. Só que veio na melhor hora. Era o que faltava pra eu entender e me convencer que não havia conserto. E que eu não estava errada e não tinha pesado a mão no meu outro e-mail.

As cenas seguintes foram cômicas. Foi a diversão pros pinguços do boteco ao lado. Aliás, é incrível como me fazem encenar essas cenas pra pinguços de boteco porque aquela não foi a primeira vez. Teve uma em 2001 que olha…deixa pra lá.

Enfim, vivo me lembrando disso porque tudo isso aconteceu no perímetro onde perambulo quase todos os dias. Lembro dos pinguços e de deixar a rosa na passagem subterrânea que não sei por quanto tempo serviu de enfeite pra mulher do sebo que até hoje me olha com cara de interrogação.

Não vou fingir que fiquei triste naquele dia porque essas ceninhas nunca mais irão me comover como outrora.

Faz umas semanas que fiquei com vontade de responder agradecendo. Pena que ela não verá, provavelmente.

Só os pinguços dos botecos são eternos.

tumblr_ny179uaQgM1qcxmy1o1_500

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s