Receita romântica

Ainda me lembro quando você me pediu desculpas por todas as vezes que me fez ficar triste. Eu deixei passar, até fiz uma brincadeira. A verdade é eu achei uma grande merda da sua parte. Um pedido de desculpas genérico? – que grande merda. Que tal um eu não vou te deixar triste?  Ou melhor, uma constatação de que errou?

Aquele foi o único pedido de desculpas, o genérico.

De resto, sempre seguiu o padrão. A receita consiste nos ingredientes:

  • uma xícara de chá de baixa autoconfiança
  • uma xícara de chá de ansiedade
  • meio quilo de egoísmo
  • meio quilo de arrogância
  • meio quilo de grosseria
  • 1 litro de dinâmica machista aprendida no lar

Aí é só ir juntando tudo e mexendo sem parar, sem deixar se contaminar com empatia.  O segredo pra receita ficar melhor ainda é umas 24hs antes por o meio quilo de grosseria de molho. Dessa forma, quando você adicioná-la depois à baixa autoconfiança e ansiedade, estas serão potencializadas e farão o bolo crescer bastante.  Pronto! Seu bolo fecal está pronto e vai render tanto que nem sei mensurar.

Outra coisa importante é que a dinâmica machista aprendida no lar é igual ao kefir. Ela vai se multiplicando. Aí o excedente vai sendo passado de geração para geração. Eu vi que você ganhou bastante do seu pai, um grande cultivador desse tipo de kefir.

Essa receita você sabe de cor, apesar dos seus grandes esforços em esconder tamanha habilidade. Tenho certeza de que você já teve a oportunidade de cozinhar esse bolo muitas vezes e que essa receita não é inédita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s